Dia Nacional do Cego: saiba como você pode contribuir com a inclusão de pessoas cegas

SAN_IMAGEM-BLOG-DIA-NACIONAL-CEGO

O Brasil possui 6,5 milhões de pessoas com alguma deficiência visual, segundo dados do INEP (Instituto nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira). O Dia Nacional do cego é celebrado em 13 de dezembro com o objetivo de estimular o posicionamento da sociedade em relação às pessoas com deficiência visual, trabalhando para promover a inclusão e para que as demandas de pessoas cegas sejam atendidas pelo poder público e toda a sociedade.

Um dos esforços, mobilizados pelo Ministério da Educação e por órgãos públicos é alertar a sociedade acerca dos direitos humanos, mostrando que pessoas com deficiência visual são cidadãos capazes de contribuir positivamente para construção de uma sociedade plural, através de sua capacidade de produção e atividade.

Para isso, é preciso que pessoas cegas ou com baixa visão encontrem espaço na sociedade que garanta a elas receber educação de qualidade para aprendizagem desde o ensino infantil até a formação superior. Além disso, o espaço urbano, empresas, escolas e residências devem estar acessíveis para que as pessoas possam desenvolver sua autonomia.

Individualmente, nós temos como contribuir para que pessoas cegas ou com baixa visão sejam respeitadas em suas individualidades e em seus direitos:

Ofereça ajuda, mas não force

A melhor maneira para saber se uma pessoa cega precisa de ajuda para se localizar em algum lugar é perguntando. Muitas delas estão acostumadas com o trajeto realizado e conhecem bem o espaço que estão ocupando, a interferência exagerada pode atrapalhar sua concentração no trajeto.

Mantenha o piso tátil liberado

O piso tátil possui texturas diferentes que indicam elementos presentes no espaço, como rebaixamento de calçadas, porta de elevadores, além de indicar áreas de circulação, ajudando a direcionar o caminho a ser percorrido. Devemos ter atenção para não parar sobre esses pisos e obstruir o caminho das pessoas que precisam desse tipo de orientação para se locomover.

Evite mexer ou brincar com um cão-guia

Algumas pessoas cegas utilizam o cão-guia para ajudar na locomoção e uma das recomendações é que eles não sejam distraídos com brincadeiras enquanto desempenham esta função. Quando você quiser interagir com um cão-guia, deve perguntar ao dono qual o melhor momento para isso.

Promover a inclusão é contribuir para que pessoas cegas tenham acesso a direitos que são de todos.